Início
Seta
ABC do LinkedIn e marca pessoal para advogados

10/07/2024

ABC do LinkedIn e marca pessoal para advogados

Ione Moraes
Gerente de Gestão do Conhecimento e Comunicação Corporativa
Tatiana Olaya Velasquez
Coordenadora de Comunicação Corporativa
Emanoela Almeida
Comunicação Corporativa

No cenário jurídico altamente competitivo, destacar-se é essencial. Não basta ser um bom advogado; é crucial ser percebido como tal. É aqui que entra a marca pessoal, que pode ser trabalhada de várias formas, inclusive no LinkedIn. Como a maior rede profissional do mundo, o LinkedIn oferece uma plataforma única para profissionais construírem e promoverem suas marcas pessoais.

Para qualquer profissional, construir uma marca pessoal no LinkedIn é uma estratégia indispensável para ganhar destaque em um ecossistema cada vez mais competitivo. Uma marca pessoal forte não só aumenta sua visibilidade e credibilidade, mas também abre portas para novas oportunidades de carreira e negócios. Investir tempo e esforço em construir sua marca pessoal no LinkedIn pode trazer benefícios de se destacar entre tantos profissionais atuando no mercado jurídico.

O que é marca pessoal?

Marca pessoal é a percepção que os outros têm sobre você, baseada nas suas ações, competências, valores e presença online. Para profissionais do mercado jurídico, isso envolve a combinação de conhecimento jurídico, experiência, ética profissional, com competências e habilidades. Construir uma marca pessoal sólida no LinkedIn é fundamental para se diferenciar em um mercado cada vez mais competitivo.

Por que ter uma marca pessoal sólida é tão importante?

Com milhares de advogados competindo por clientes e oportunidades, uma marca pessoal consolidada ajudará você a ser conhecido e ganhar protagonismo no seu setor de atuação. Um perfil bem-criado, com conteúdo cativante e autêntico no LinkedIn pode ser o fator decisivo para um potencial cliente escolher você em vez de outro profissional.

Credibilidade e autoridade

Uma presença ativa e bem pensada no LinkedIn demonstra profissionalismo e conhecimento. Compartilhar artigos jurídicos, conteúdos em que expõe seu ponto de vista e contribuição sobre aspectos técnicos e de mercado, participar de discussões e obter recomendações contribuem para a construção de credibilidade e autoridade.

Seja o dono da sua narrativa

Ao construir sua marca pessoal no LinkedIn, você tem a oportunidade de controlar a narrativa sobre quem você é como profissional. Isso inclui destacar suas especializações, conquistas profissionais, valores e aspirações de maneira estratégica e alinhada com seus objetivos de carreira.

Como construir e fortalecer sua marca pessoal no LinkedIn

Certamente, não há uma receita de bolo exata quando se fala de marca pessoal, pois o mais importante, para além de produzir conteúdo com frequência, é ter clareza sobre qual o objetivo, o tipo de linguagem usado e como os conteúdos publicados condizem com quem conhece você no dia a dia. Até porque uma comunicação humanizada tornará seu networking mais assertivo e facilitará a construção de parcerias duradouras. Confira os itens abaixo para dar esse primeiro passo!

  1. Perfil atraente

Certifique-se de que todas as seções do seu perfil estejam preenchidas com informações detalhadas e precisas. Uma foto profissional recente e um título que mostre sua especialização jurídica são essenciais. No resumo do seu perfil, escreva um texto que resuma suas principais conquistas, habilidades e objetivos de carreira, de maneira autêntica, mostrando sua personalidade.

Outro aspecto importante é pedir recomendações e endossos. Solicitar a colegas, supervisores e clientes que recomendem e endossem suas habilidades jurídicas é uma forma poderosa de construir credibilidade e destacar suas competências na área.

  1. Seja ativo em seu LinkedIn

Manter o perfil ativo através de postagens frequentes aumenta a visibilidade e atrai a atenção de suas conexões. Além disso, interagir com a comunidade jurídica, comentando, curtindo e compartilhando postagens de outros profissionais – sempre acrescentando um toque pessoal – fortalece sua rede de contatos e aumenta sua visibilidade. Participar ativamente das discussões no LinkedIn é fundamental para construir uma presença forte na plataforma.

Networking e oportunidades de negócios

Networking e oportunidades de negócios no LinkedIn são aspectos fundamentais para qualquer profissional. Uma marca pessoal sólida atrai conexões relevantes, aumentando suas chances de ser notado por colegas de profissão e potenciais clientes. Isso pode abrir portas para novas oportunidades de negócios e parcerias.

Publicar análises sobre novas legislações, decisões judiciais e administrativas, e tendências do setor, é uma excelente maneira de oferecer insights jurídicos e de se posicionar como um especialista e fonte de conhecimento na área. Destaque sua especialidade no seu perfil e em suas postagens, garantindo que seu público-alvo consiga ver com clareza a área na qual você atua e seu nível de expertise.

Além disso, participar de grupos e eventos jurídicos é uma estratégia eficaz para expandir sua rede. Participar de grupos relacionados ao setor jurídico e de eventos virtuais permite ampliar seu alcance e conectar-se com outros profissionais da área, enriquecendo sua experiência e abrindo novos caminhos para o crescimento na carreira.

Há diferenciações para o mercado jurídico?

Quando falamos do setor jurídico, especificamente do uso do LinkedIn por advogados e corpo jurídico, é importante salientar algumas peculiaridades próprias deste mercado, que estão em linha com as diretrizes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e as boas práticas do setor. Confira algumas dicas que farão a diferença para seu perfil:

  • Use linguagem simples e evite termos técnicos, para ajudar a alcançar um público mais amplo, permitindo que você se comunique de maneira clara para que todos possam entender.
  • Lembre-se de nunca divulgar casos e operações de clientes, que estejam ainda em andamento, para garantir a confidencialidade da operação. Também, evite comentar casos e operações dos pares além de comentários técnicos – isso é, não se pode comentar a atuação de colegas;
  • Após a conclusão e divulgação da operação por parte do cliente, pode divulgar sua participação usando matérias da imprensa, mantendo um cuidado redobrado ao tom utilizado: a OAB não permite tom “marqueteiro” ou autopromoção.
  • Evite assuntos sensíveis e foque em conteúdos que agreguem valor sem expor situações delicadas como a melhor estratégia para construir uma presença sólida e confiável.
  • Crie conteúdos com posicionamento técnico mais aprofundado e dinâmico para fortalecer sua autoridade e credibilidade no mercado jurídico.